Jornal da Mania

Delator diz que atuou em organização criminosa de Cabral por 30 anos

22/05/2018 – 08h17

Marcus Marinho

O delator Carlos Miranda, que era amigo de infância do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, voltou a acusá-lo. Miranda disse que Cabral confessou a ele que houve pagamento de propina para o Rio de Janeiro ser sede da olimpíada de 2016. O esquema, segundo Miranda, foi armado para que Cabral pudesse conseguir contratos de obras superfaturadas. O delator disse ainda que participou da organização criminosa de Cabral por 30 anos. O ex-governador disse que é tudo mentira.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Notícias que você pode gostar