Jornal da Mania

Picciani chega ao Rio e é surpreendido pela Polícia Federal

14/11/2017 – 08h12

Marcus Marinho

Agentes da Polícia Federal estão fazendo operação no Rio e na região dos Lagos. O presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), acabou de desembarcar no aeroporto Santos Dumont, e foi levado para prestar depoimento. Pela segunda vez, ele é alvo de um mandado de condução coercitiva – quando é obrigado a prestar depoimento. Picciani não quis comentar o caso. A ação de hoje é um desdobramento da operação lava-jato.

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

A justiça expediu um mandado de prisão contra um dos filhos do parlamentar, o empresário Felipe Picciani, suspeito de lavagem de dinheiro.

Segundo os investigadores, o presidente da Alerj está envolvido na cobrança e recebimento de propina de empresários de ônibus, juntamente com o ex-governador Sérgio Cabral, para permitir o aumento de tarifas. Agentes fazem buscas nos gabinetes de Picianni e dos deputados Paulo Mello e Edson Albertassi – todos do PMDB. Policiais também estiveram na casa de Paulo Mello, na praia de Copacabana, para buscá-lo para depor, mas ele não foi encontrado.

Notícias que você pode gostar